Pages Menu
TRANSFORMERS
Categories Menu

Postado em nov 5, 2015 em Música

Pris Elias lança EP solo

 

Já faz quase oito anos que Pris Elias juntou duas amigas para, despretensiosamente, começar a compor as músicas de seu primeiro projeto autoral, a Mixtape, que estourou no Brasil. De lá pra cá, muita coisa mudou, e hoje a cantora e compositora paranaense amadureceu e se refinou musicalmente para a estreia de seu trabalho solo. O resultado é o EP homônimo de cinco faixas que acaba de ser lançado. O single “Vírus” já toca em diversas rádios do Sul do país e ainda em novembro ela passa por Porto Alegre para divulgar o novo trabalho.
Quem já conhece o trabalho da artista percebe rapidamente duas mudanças significativas no novo trabalho. A primeira são as letras em português. “Se estou no Brasil e falo português, acredito que como artista tenho o papel – e um desejo imenso – de informar e inspirar pessoas com minha arte. O entendimento da mensagem é essencial pra isso”, conta Pris. A segunda é a pegada mais pop, alinhada com o padrão de qualidade atual do mainstream internacional — sem, contudo, abandonar a essência rock´n’roll, presente na identidade musical da cantora e compositora. A confluência de estilos torna o som do novo disco ao mesmo tempo comercial e inovador. “Claro que minhas referências podem ser percebidas, mas quando componho, procuro deixar fluir sem esperar que se pareça com algo. Quanto mais original soar, melhor”, analisa.

Misturando sintetizadores e baterias eletrônicas com violões, elementos tribais e guitarras, o novo EP aborda várias temáticas em suas letras — da questão tecnológica presente em nossas vidas ao empoderamento individual. A música de trabalho, “Vírus”, já conquistou o topo das músicas mais tocadas nas rádios do Sul do país, de acordo com o relatório semanal da Crowley, e ganhou um vídeo no Youtube que já atingiu a marca de 250 mil visualizações em poucos meses. “A letra fala sobre um contágio do bem e ainda que ao pé da letra pareça abordar um romance, a mensagem que existe por trás dela trata da propagação do amor em sentido mais amplo. É uma tentativa de levar às pessoas mais leveza, coragem, confiança, presença e alegria”, explica a loira. Além de “Vírus”, o álbum contém as faixas “Grito”, “De Qualquer Jeito”, “Mente que Mente” e “Se Está Aqui Esteja”, todas inéditas.

Em pré-produção em seu home studio por seis meses, o disco passou por uma longa jornada que cruzou continentes e ainda contou com nomes de peso do cenário internacional. Com a marca do produtor brasileiro Michellyah, parte do EP Pris Elias foi gravado no estúdio Mosh, em São Paulo, e parte no Larrabee Studios, em Los Angeles, por onde já passaram Michael Jackson, Justin Timberlake, Rihanna e Linkin Park. O resultado final ainda passou pelas mãos do produtor vocal Drew K (Miley Cyrus, Madonna e Ariana Grande), pelo engenheiro sonoro Jaycen Joshua (Katy Perry, Chris Brown, Beyoncé e Michael Jackson) e ainda foi masterizado em Nova York por Chris Geringer (Lady Gaga, Madonna, Selena Gomez, Maroon 5, entre outros). A produção internacional fazia parte das intenções artísticas de Pris: “Era uma grande oportunidade pra fazer música para um público que é carente de artistas nacionais que o represente. Eu mesma, como fã do pop internacional, sinto falta de novos artistas brasileiros com a pegada do que eu gosto de escutar. Essa era minha pegada, e nada como ir ao berço do pop para reproduzi-la com eficácia”.

O EP Pris Elias já está disponível nas plataformas digitais iTunes, Deezer, Spotify, Google Play, Apple Music, entre outros. Além do site oficial da Pris Elias – http://priselias.com.br.

Sobre Pris Elias

Pris Elias nasceu em 24 de julho de 1985 em Dois Vizinhos, Paraná. Sempre incentivada pelos pais, teve seu primeiro contato com a música aos 4 anos de idade e dos 6 aos 15 anos estudou piano clássico. Aos 13 anos teve suas primeiras aulas de violão e aos 15, durante o ano em que fez intercâmbio em Oklahoma, EUA, percebeu sua paixão pelo canto ao participar do coral da igreja que frequentava junto à sua host family. Voltou ao Brasil aos 16 anos onde continuou seus estudos de música.

Em 2008, após ganhar seu primeiro gravador digital portátil, compôs e pré-produziu algumas faixas e as apresentou a duas amigas que apostaram na ideia. Assim se deu início a seu primeiro projeto autoral: a Mixtape.

Apesar de independente, em cinco anos de existência, o projeto alcançou reconhecimento admirável, tendo conquistado espaço em mídias de peso como MTV, Rolling Stone, Mix TV, Play TV, Globo, Record, Band e as rádios Jovem Pan, Mix e Transamérica. A banda participou de grandes festivais e eventos como Lupaluna, Fifa Fan Fest, Estação Coca-Cola, entre outros. Foi destaque nas redes sociais com mais de 190 mil seguidores no Twitter, 30 mil seguidores no instagram e quase um milhão de visualizações no YouTube.
 

foto Hay Ramos

 

También, considere “http://kamagraoraljelly.me/es/” o Comprar Kamagra Oral Jelly. Muchos posiblemente piensan que la eficacia de Kamagra está bien documentada. No tome más de Kamagra o cualquier otro medicamento que el recomendado. El profesionalismo de la salud tiene que resolver qué dosis es la más adecuada. Si el medicamentos se usa según sea necesario, es poco probable que esté en un programa de dosificación.