anaguerra@mundocult.com.br

Notícias

MARYSA ALFAIA E TOM DA BAHIA SE APRESENTAM NO ALEGRETTI COPA RIO HOTEL

 

A cantora e compositora Marysa Alfaia se apresenta no Alegretti, localizado no Copacabana Rio Hotel, Zona Sul do Rio de Janeiro, dia 31 de agosto (sexta-feira), às 21h30.min.

Acompanham a artista, o cantor e multi-instrumentista Tom da Bahia, ex-integrante da dupla Tom & Dito, autores da música tema do seriado ‘A Grande Família’, e o sax de Guilherme Vianna que dará o charme jazzístico e ainda mais cálido ao espetáculo.

O repertório envolve músicas autorais do novo EP como a faixa título “Guerreira Brasileira” em parceria com Seu Jorge, “Eu Parei” (Marysa Alfaia | David Villefort | Johnny Lamas), “Feito um Vendaval” (Marysa Alfaia | Daniel Obino), algumas releituras de clássicos da MPB, da soul Music e do pop-rock como “A Voz do Morro” (Zé Keti), “Estacio Holly Estácio” (Luiz Melodia), “Let’s Stay Together” (Tina Turner), “F....Comme Femme” sucesso na trilha sonora das novelas ‘Era Uma Vez’ e ‘Tempos Modernos’, “La Vie en Rose“, entre outras pérolas. Do pop - em roupagem acústica – o público confere: “Totalmente Demais” e “Bang” (Anitta).

Marysa, acompanhada pela voz e pelo virtuoso violão de Tom da Bahia, ainda interpreta os temas de “A Grande Família” e “Tamanco Malandrinho” entre outros duetos inesquecíveis.

 

SHOW DE MARYSA ALFAIA

Local: Copacabana Rio Hotel

Endereço: Av. Nossa Senhora de Copacabana, 1256 - Copacabana

Data: 31 de agosto (sexta-feira)

Horário: 21h30min

Couvert Artístico: R$ 30,00 (em espécie)

Reservas: 21. 9.9974-5050 (WhatsApp)

 

SOBRE MARYSA ALFAIA:

A cantora, compositora e atriz carioca MARYSA ALFAIA vem representando a Música Popular Brasileira na Europa desde o início dos anos 90, quando começou sua carreira musical nos cafés-concerto do Quartier Latin, em Paris.

Sua capacidade de fusionar ritmos tradicionais brasileiros como o samba, o maracatu e o baião com as novas tendências da música pop internacional chamou a atenção do jornalista e produtor musical Nelson Motta que convidou-a para uma temporada no mítico “Mama África” (Morro da Urca – RJ).

Em 1994, após lançar “Meli-Melô”, seu primeiro single na França, a artista fixou residência em Paris e daí em diante, passou a viver entre os dois continentes.

No Brasil, apresentou-se em grandes casas de espetáculo como Canecão, Jazzmania, Mistura Fina, Rio Jazz Club, Teatro BNDES, Sesc Pompéia (SP), Hotel Meridien de Salvador (BA), e nos palcos do “Rio Folia” (Riotur/Prefeitura do RJ), nos Arcos da Lapa por quatro anos seguidos. Participou do festival de worldmusic “Fest’in Rio 96” na Fundição Progresso, como artista convidada do cantor Khaled, de quem foi a primeira versionista em língua portuguesa. Teve a música “F...Comme Femme”, de Salvatore Adamo, na trilha sonora internacional das novelas “Era Uma Vez” e “Tempos Modernos” (TV Globo) e hoje no Cd “Paris Paris” (Som Livre). Emprestou sua voz para mais de trinta vinhetas do Sistema Globo de Rádio, e para a trilha sonora do filme “2000 Nordestes”, de Vicente Amorim e David França Mendes, participante do Festival Internacional de Documentários de São Paulo. Foi também backing-vocal nos discos de Tim Maia (Soul Tim I e II), Peninha, Michel Sullivan, Zé Augusto, Biafra, e uma das finalistas do “Festival da MPB 2000” da Rede Globo, interpretando sua composição “Coisas do Destino”, no teatro Credicard Hall (SP).

Em Barcelona, cidade onde residiu entre 2001 e 2008 apresentou-se no Festival GREC, Heineken Music Festival, teatro Teatreneu, Sala Tarantos, Harlem Jazz Club, Sala Bikini, Jamboree etc, em discotecas como La Terrazza, Otto Zutz, Sala Apolo, Eibisí, Pachá Ibiza etc. Lançou (2002) pela House Works - Divucsa Music Spain, seu maxi-single em vinil “Voy A Sincopar” nas rádios e em todas as pistas de danças espanholas. À convite da Fundação ‘Last Nigth a Dj Saved My Life’ e da ‘Dancer Agency’, participou do "Peace One Day" realizado no campo de futebol do Atlético Madrid, em 2015.

“NA BATIDA DA ALFAIA” seu primeiro álbum–solo (Discmedi-Espanha/2005) - contendo parcerias com Seu Jorge (ver pag. 84 do livro “Seu Jorge- A Inteligência é Fundamental”), Fausto Fawcett, Lincoln Olivetti, o franco-argelino Khaled e o norte-americano Clifton Davis (autor de “Never Can San Goodbye”) - foi a porta de entrada para Portugal onde viveu entre 2009 e 2011. A obra também rendeu-lhe o apelido de “A VOZ DO SAMBA-HOUSE” devido ao seu timbre diferenciado, sua inovação e perfeita harmonia entre os ritmos brasileiros com a house-music européia, um conceito do qual foi a precursora nas rádios e pistas de dança da Europa, USA e também no Brasil.

Quatro anos depois lançou o álbum “LOVE CONTROLS” (Megadisco/2009), com composições próprias e releituras modernas (em seu estilo “samba-house”) para clássicos da MPB como “O Morro Não tem Vez” (Tom & Vinícius), “Pais Tropical” (Jorge Benjor), “A Voz do morro” (Zé Kéti) e do pop internacional como” Waiting in Vain “ (Bob Marley).

Nessa ocasião, Marysa apresentou-se no “Le Queen Club” de Paris e abriu o show de Carlinhos Brown no “Carnaval do Portimão” (sul de Portugal) em um palco ao ar livre para mais de 50 mil pessoas.

De volta ao Rio de Janeiro, em 2016, Marysa Alfaia marcou presença no Boulevard Olímpico da RIO 2016, e no palco "Encontros" fez o público delirar quando mixou sua voz potente com a batida eletro-samba em uma performance pra lá de inusitada, cheia de suingue brasileiro. Neste mesmo ano, ela apresentou seus shows em várias casas noturnas cariocas: Casa de Cultura Julieta de Serpa, Vinicius Show Bar, Forte Copacabana, Cariocando etc,.

Em novembro do mesmo ano, fez participações especiais no Brazilian Night do Nublu, no Village de New York, e em festividades do selo Guitarra Brasileira, no Latin Grammy, em Las Vegas.

Voltando ao Brasil em 2017, a cantora finalizou as gravações de seu primeiro EP “Guerreira Brasileira”, gravado no Rio de Janeiro, enquanto apresentou-se em shows pelo Brasil, com o repertório dos álbuns anteriores "Na Batida da Alfaia" e "Love Controls", lançados na Espanha e Portugal respectivamente. Neles canta releituras de pérolas da MPB como "A Voz do Morro", "O Morro Não Tem Vez", "País Tropical", além das autorais já conhecidas das rádios européias como a Bossa-Lounge "Deixa Rolar" e o Samba-House "Voy a Sincopar".

O EP “Guerreira Brasileira” cuja faixa-titulo é uma parceria com Seu Jorge, foi co-produzido por Daniel Obino (Miragem Records) e a própria artista, pelo Selo Café Forte Digital, da Gravadora Sony Music. A obra já se encontra disponível em todas as plataformas digitais. (colocar o link). Dirigido por Beni Ktt, da MDC Filmes, o videoclipe de “Guerreira Brasileira” figurou entre os melhores clipes do final do ano 2017 do canal Vevo.

Atualmente, Marysa Alfaia vem apresentando “Guerreira Brasileira”, em temporada de shows no emblemático Beco das Garrafas (Rio de Janeiro), com grande sucesso de publico e crítica.

“Guerreira Brasileira” é uma co-produção da Miragem Records e Alfaia Produções, com lançamento e distribuição pelo selo Café Forte Música Digital, em parceria com a Sony Music.

 

 

 

Veja Também