anaguerra@mundocult.com.br

Notícias

“GRITO” ESTREIA NO 46º FESTIVAL DE CINEMA DE GRAMADO

 

O filme “Grito”, inédito curta-metragem da Filmes de Junho, estreia no 46º Festival de Cinema de Gramado. Roteirizado e dirigido por Luiz Alberto Cassol, a produção poderá ser vista no dia 18 de agosto, a partir das 13h, dentro da "Mostra de Curtas-Metragens Gaúchos - Prêmio Assembleia Legislativa". A entrada franca.
“A ideia de rodar o filme surgiu a partir da palavra despedida e o que pode compor seu significado. A partir daí desenvolvi o argumento e o roteiro trabalhando a subjetividade deste ato”, afirma Cassol. Em cena, a despedida entre dois homens de meia idade. “Qual o exato momento em que se dá uma despedida? Aquele espaço de tempo que não pode ser verbalizado. O que fica, o que está, o que é? Um momento que pode significar todos os caminhos”, diz.

Rodado em uma esquina de Novo Hamburgo (RS), o filme é protagonizado pelo atores Sirmar Antunes e Clemente Viscaíno. Segundo Cassol, o roteiro foi pensado para eles. “É um filme de pequenos gestos, de olhares, de expressões externas com a carga emocional interna de cada um. O Sirmar e o Clemente têm tudo isso. E desde que apresentei o argumento e o roteiro para os dois, em 2017, eles perceberam o sentido do filme e aceitaram imediatamente. É uma honra dirigir dois atores tão completos”, completa o diretor.

Cassol espera que cada pessoa, ao ver o filme, faça a sua leitura sobre a despedida. “A reflexão está em colocar uma despedida em primeiro plano, em meio a um período de intolerância e opressão. Tento fazer com que o público a sua maneira, dialogue e reflita com o universo deles e o que os circunda”, conclui. Grito tem realização da Filmes de Junho, Acordde Filmes e Convergência Produtora. Apoio: Ideia Ação e da Secretaria Municipal de Novo Hamburgo.

SINOPSE: Nem todo o grito sai da boca.

Ficha Técnica:

(Grito, CM, 05min, Brasil, 2018)

Elenco: Sirmar Antunes e Clemente Viscaíno

Direção e Roteiro: Luiz Alberto Cassol

Direção de Fotografia: Juliano Moreira

Desenho de Som: André Sittoni

Direção de Arte e Figurino: Pauliana Becker

Direção de Produção: Leonardo Peixoto

Trilha Sonora: Duca Duarte

Maquiagem: Ana Paula Maidana

Montagem e Correção de Cor: Juliano Moreira

Som Direto: Guilherme Cassio dos Santos

Assistência de Câmera: Mano Josias Salvaterra

Assistência de Produção: William Silva

Design Gráfico: Luciano Ribas

Fotografia Still: Gilberto Perin

Recursos de Acessibilidade - Coordenação: Marilaine Castro da Costa

Produção Executiva: Luiz Alberto Cassol

Produção: Juliano Moreira, Luiz Alberto Cassol e Leonardo Peixoto

Coprodução: André Sittoni, Leonardo Machado e Pauliana Becker

 

FILMES DE JUNHO

Fundada em 2009 pelo cineasta Luiz Alberto Cassol, a Filmes de Junho produz filmes de longa e curta metragens autorais, co-produções e vídeos institucionais. Além do Brasil, atua na América Latina, principalmente na Argentina. É responsável, ainda, pela organização das Mostras Internacionais de Cinema de Santa Maria e do Festival Santa Maria Vídeo e Cinema. Para 2019 estão previstas as gravações do longa-metragem “Zulma”, do cineasta Axel Monsú, coprodução ficcional de longa-metragem, com a Argentina, entre a Cooperativa de La Tierra e a Filmes de Junho Produtora. Entre os trabalhos autorais como produtora ou coprodutora, destacam-se: "Edmundo" (Documentário, 2015, HD, Longa-Metragem), "Nem Isso" (Ficção, 2015, HD, Curta-Metragem), "Tabaré Inácio" (Documentário, 2016, HD, Curta-Metragem), "Grito" (Ficção, 2018, em finalização, Curta-Metragem) e "Saúde" (Documentário, 2017, Curta-Metragem). “Golpe" (Documentário, HD, 2018, em lançamento, Longa-Metragem) e "Grito" (Ficção, 2018,” HD, em lançamento, Curta-Metragem).

 

 

Veja Também