anaguerra@mundocult.com.br

Notícias

BOLSHOI EM BENEFÍCIO À SANTA CASA

 

Proporcionar atendimento humanizado e de ponta aos bebês e gestantes é o principal objetivo do evento beneficente que levará a Escola do Teatro Bolshoi no Brasil ao palco do Teatro do Bourbon Country. O espetáculo Grande Suíte do Ballet Don Quixote, com nova versão coreográfica do russo Vladimir Vasiliev, será trazida a Porto Alegre pela Martinelli Advogados e pela Opus Promoções, nos dias 30 e 31 de maio. Os ingressos já estão à venda e todos os recursos arrecadados serão revertidos em prol da Maternidade da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre.

A fim de proporcionar ambientes mais acolhedores, com melhores fluxos assistenciais que levem em conta as necessidades da mãe e bebê, e também para atender as novas legislações em vigor, a Área Materno Infantil da Santa Casa está sendo totalmente reformada por meio de recursos federais originários da Bancada Gaúcha. No entanto, para equipar as novas áreas que estão sendo reformadas, como a UTI Neonatal que atende bebês de alta complexidade e de baixo peso, a Santa Casa conta com o apoio da comunidade, que faz doações ao Fundo da Criança, no site Amigos da Boa Causa e também em eventos com renda revertida.

A história de “Don Quixote”

A Escola do Teatro Bolshoi no Brasil irá apresentar a “Grande Suíte do Ballet Don Quixote”, com nova versão coreográfica de Vladimir Vasiliev. Na apresentação, Kitri e Basílio, protagonistas da obra, vivem uma intensa história de amor, heroísmo e ilusão, com traços hispânicos marcantes. Kitri e o pobre barbeiro Basílio enganam o rico Gamach, noivo da heroína, com quem Lorenzo, seu pai, a força se casar. Com a ajuda de Don Quixote, nobre cavalheiro, e Sancho Panza, seu fiel escudeiro, os apaixonados Kitri e Basílio se casam numa grande festa em Barcelona. “Don Quixote”, de Marius Petipa, nasceu em Moscou em 1869, quando o coreógrafo francês selecionou algumas partes da novela de Miguel de Cervantes e fez um libreto e coreografias com a música virtuosa de Ludwig Minkus para a produção no Teatro Bolshoi, em Moscou. Petipa conhecia bem a Espanha e as danças espanholas, portanto, no seu “Don Quixote” reviveu o espírito da Espanha, a brilhante teatralidade das multidões dançando nas praças de suas cidades, cheias de luminosidade solar e em tavernas sob a luz das estrelas da Europa meridional. Alexander Gorsky, aluno de Petipa produziu novamente este balé em 1900, quando indicado para dirigir o Balé Bolshoi. A produção obteve tal sucesso que existe até hoje com pequenas mudanças na coreografia e direção. Porém, está incluída no repertório da maioria das companhias de dança com fama mundial. Gorsky conseguiu criar um “Don Quixote” muito democrático, alegre e cheio de cores. O balé sempre foi adorado pelos dançarinos porque mesmo os mais modestos membros do corpo de baile conseguiam pela primeira vez se sentir criadores e co-autores da peça. Cada qual tinha uma tarefa cênica concreta e sob sua discrição ‘criava’ um mini retrato cênico da sua personagem. Este espírito de improvisação dava uma especial originalidade às cenas de multidão em “Don Quixote”. Isso foi o que Gorsky acrescentou a esse balé, e foi o que Vladimir Vasiliev seguiu e desenvolveu mais ainda quando bailarino. Vasiliev deu continuidade a esse trabalho ao produzir a suíte para os alunos da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil.

Escola Bolshoi

Cerca de 80 bailarinos, da única filial do Teatro Bolshoi, localizada em Joinville (SC), encenam a “Grande Suíte do Ballet Don Quixote”. Um balé com teatralidade e música vibrante, onde o público vive as emoções da obra como se fosse um dos personagens. A versão coreográfica apresentada pela Escola Bolshoi, é resultado do trabalho do bailarino e coreógrafo russo, Vladimir Vasiliev, eleito “bailarino do século” pela UNESCO. Além de preservar a abundância e a diversidade da dança, Vasiliev ensinou aos alunos do Bolshoi Brasil não apenas os detalhes técnicos, mas também que, para ser um verdadeiro bailarino, não basta apenas dançar com o corpo, é preciso dançar com a alma. Instalada na cidade de Joinville, no Estado de Santa Catarina, desde 15 de março de 2000, a Escola do Teatro Bolshoi no Brasil, única filial do Teatro Bolshoi de Moscou no mundo, tem transformado vidas de crianças e jovens. A sua missão é formar artistas cidadãos. Seus alunos, vindos de vários cantos do país e do exterior, em sua maioria, provenientes dos extratos menos favorecidos da sociedade, recebem 100% de bolsa de estudo e benefícios que garantem uma formação de excelência, e proporcionam um futuro mais digno. O Bolshoi Brasil é um grande celeiro de talentos, 72% dos bailarinos formados atuam no mercado mundial da dança. A Escola Bolshoi é uma instituição privada, sem fins lucrativos, que recebe apoio do Governo e dos Amigos do Bolshoi, empresas e pessoas físicas socialmente responsáveis e comprometidas com a causa, que apoiam a instituição por meio de serviços prestados pro bono e aportes financeiros, com ou sem incentivos fiscais.

ESCOLA DO TEATRO BOLSHOI NO BRASIL - GRANDE SUÍTE DO BALLET DON QUIXOTE

Dias 30 e 31 de maio
Quarta e quinta, às 21h
Teatro do Bourbon Country (Av. Túlio de Rose, 80 / 2º andar – Shopping Bourbon Country)
www.teatrodobourboncountry.com.br

Duração: 120 min.
Classificação Etária: Livre.

INGRESSOS

Setor Valor Meia-Entrada
Galeria Mezanino R$ 180 R$ 90
Galeria Alta R$ 200 R$ 100
Mezanino R$ 240 R$ 120
Plateia Alta R$ 280 R$ 140
Plateia Baixa R$ 300 R$ 150


- 50% de desconto para sócios do Clube do Assinante RBS – limitado a 100 ingressos;
- 50% de desconto para titulares e acompanhantes dos cartões Zaffari Card e Bourbon Card, adquiridos somente na bilheteria do Teatro do Bourbon Country – limitado a 100 ingressos;
- 10% de desconto para sócios do Clube do Assinante RBS nos demais ingressos.

* Crianças até 24 meses que fiquem sentadas no colo dos pais não pagam;
** Política de venda de ingressos com desconto: as compras poderão ser realizadas nos canais de vendas oficiais físicos, mediante apresentação de documentos que comprovem a condição de beneficiário. Nas compras realizadas pelo site e/ou call center, a comprovação deverá ser feita no ato da retirada do ingresso na bilheteria e no acesso à casa de espetáculo;
*** A lei da meia-entrada mudou: agora o benefício é destinado a 40% dos ingressos disponíveis para venda por apresentação. Veja abaixo quem têm direito a meia-entrada e os tipos de comprovações oficiais no Rio Grande do Sul:
- IDOSOS (com idade igual ou superior a 60 anos) mediante apresentação de documento de identidade oficial com foto.
-ESTUDANTES mediante apresentação da Carteira de Identificação Estudantil (CIE) nacionalmente padronizada, em modelo único, emitida pela ANPG, UNE, UBES, entidades estaduais e municipais, Diretórios Centrais dos Estudantes, Centros e Diretórios Acadêmicos. Mais informações: www.documentodoestudante.com.br
- PESSOAS COM DEFICIÊNCIA E ACOMPANHANTES mediante apresentação do cartão de Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social da Pessoa com Deficiência ou de documento emitido pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), que ateste a aposentadoria de acordo com os critérios estabelecidos na Lei Complementar nº 142, de 8 de maio de 2013. No momento de apresentação, esses documentos deverão estar acompanhados de documento de identidade oficial com foto.
- JOVENS PERTENCENTES A FAMÍLIAS DE BAIXA RENDA (com idades entre 15 e 29 anos) mediante apresentação da Carteira de Identidade Jovem que será emitida pela Secretaria Nacional de Juventude a partir de 31 de março de 2016, acompanhada de documento de identidade oficial com foto.
- JOVENS COM ATÉ 15 ANOS mediante apresentação de documento de identidade oficial com foto.
- APOSENTADOS E/OU PENSIONISTAS DO INSS (que recebem até três salários mínimos) mediante apresentação de documento fornecido pela Federação dos Aposentados e Pensionistas do RS ou outras Associações de Classe devidamente registradas ou filiadas. Válido somente para espetáculos no Teatro do Bourbon Country e Auditório Araújo Vianna.
- DOADORES REGULARES DE SANGUE mediante apresentação de documento oficial válido, expedido pelos hemocentros e bancos de sangue. São considerados doadores regulares a mulher que se submete à coleta pelo menos duas vezes ao ano, e o homem que se submete à coleta três vezes ao ano.
****Caso os documentos necessários não sejam apresentados ou não comprovem a condição do beneficiário no momento da compra e retirada dos ingressos ou acesso ao teatro, será exigido o pagamento do complemento do valor do ingresso.
*****Descontos não cumulativos a demais promoções e/ ou descontos.

CANAIS DE VENDAS OFICIAIS (sujeito à taxa de serviço):
Site: www.uhuu.com
Atendimento: falecom@uhuu.com

CANAIS DE VENDAS OFICIAIS (sem taxa de serviço):
Bilheteria do Teatro do Bourbon Country: Av. Túlio de Rose, nº 80 / 2º andar (de segunda a sábado, das 10h às 22h, e domingo e feriado, das 14h às 20h)

Formas de Pagamento:
Internet : Visa, Master, Diners, Hiper, Elo, American.
Bilheteria: Dinheiro, Visa, Master, Diners, Hiper, Elo, American e Banricompras (débito).

Foto: Henrique Pontual

 

 

Veja Também