anaguerra@mundocult.com.br

Notícias

RECITAL DA OSPA DESTACA OBRAS DE MOZART E BEETHOVEN


Quartetos de cordas escritos pelos dois compositores serão interpretados por músicos da orquestra e convidados na Pinacoteca do Museu. É no dia 3 de dezembro, domingo, às 16h30, com entrada franca.

Quartetos de cordas escritos por Wolfgang Amadeus Mozart e Ludwig van Beethoven compõem o programa do próximo recital da Série Música no Museu. Parceria da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Ospa) com o Museu de Arte do RS Ado Malagoli (MARGS), a iniciativa promove seu último evento do ano no dia 3 de dezembro, domingo, às 16h30. O grupo formado por Leonardo Bock (violino), Ariel Polycarpo (violino), Carol Argenta (viola) e Rodrigo Alquati (violoncelo), músicos atuantes junto à Ospa, apresenta-se em meio à exposição "Scheffel por Ele Mesmo", em cartaz na Pinacoteca do museu. A entrada é franca.

O programa

Mozart (1756-1791) foi um ícone do classicismo vienense, enquanto Beethoven (1770-1827) desenvolveu sua obra na transição do período clássico para o romântico. Os dois criaram peças fundamentais não só no repertório de música sinfônica, mas também no da música de câmara.

Na primeira parte do recital, será interpretado um dos “Quartetos Haydn” de Mozart – conjunto de seis quartetos de cordas que ele escreveu durante seus primeiros anos em Viena, mais tarde dedicados a Joseph Haydn. É o “Quarteto nº 16 em Mi bemol Maior”, elaborado em 1783. Em seguida, o grupo executa o “Quarteto nº 9 em Dó maior”, escrito por Beethoven em 1808. Trata-se do último dos três quartetos encomendados pelo príncipe Andrey Razumovsky, então embaixador russo em Viena.

O grupo

Leonardo Bock (violino), Ariel Polycarpo (violino), Carol Argenta (viola) e Rodrigo Alquati (violoncelo) são os integrantes do Quarteto de Cordas que se apresenta nesta tarde. Leonardo e Ariel foram aprovados no mais recente concurso público da Ospa e, neste ano, passaram a integrar a orquestra oficialmente. Rodrigo Alquati é violoncelista da Ospa e já recebeu o Prêmio Açorianos com diversas produções. Carol Argenta, por sua vez, tem intensa atuação em recitais e formações de câmara pelo Rio Grande do Sul.

A série

Lançada no ano passado, a série Música no Museu foi criada para institucionalizar a presença da música de câmara na programação da Ospa. Ela leva ao público repertórios para formações menos numerosas em relação à orquestra, além da produção de compositores que escrevem especificamente para essas formações. Em Porto Alegre, os encontros são promovidos em parceria com o MARGS. O objetivo da série é também aproximar música, artes visuais e história em um espaço tradicional da cidade dedicado à preservação da nossa história cultural.

Dica – Quem for ao recital poderá apreciar, além da exposição “Scheffel por Ele Mesmo”, as mostras “Nervo Óptico e os novos meios – experiências na arte contemporânea” e “Caminhos de Rossini Perez”.

Mais informações pelo site www.ospa.org.br ou pelo telefone (51) 32227387.

A Ospa é uma das fundações vinculadas à Secretaria da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer do Governo do Rio Grande do Sul (Sedactel/RS). Os concertos da temporada 2017 são patrocinados, via Lei Federal de Incentivo à Cultura, por Corsan e Banrisul. Apoio: Ipiranga, Thyssenkrupp, Enerfín/Ventos do Sul e Audio Porto. A realização é de Ospa, Fundação Cultural Pablo Komlós e Sedactel/RS.

Recital Quarteto de Cordas | Série Música no Museu da Ospa

Quando: 3 de dezembro, domingo, às 16h30
Onde: Museu de Arte do RS Ado Malagoli – MARGS (Praça da Alfândega, s/n – Centro Histórico)

ENTRADA FRANCA

PROGRAMA
Wolfgang Amadeus Mozart: Quarteto nº 16 em Mi bemol Maior
Ludwig van Beethoven: Quarteto nº 9 em Dó maior

Apresentação: Quarteto de Cordas formado por Leonardo Bock (violino), Ariel Polycarpo (violino), Carol Argenta (viola) e Rodrigo Alquati (violoncelo)

 

 

 

Veja Também