Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Postado em jul 30, 2015 em Adoro, Arte

Bianca Santini inaugura exposição no Centro Histórico-Cultural Santa Casa

A artista visual Bianca Santini apresenta seu trabalho em exposição “A Paisagem como Vestígio e suas referências”, que estreia dia 31 de julho, na Sala Múltiplos Usos (2º andar), do Centro Histórico- Cultural Santa Casa. Pinturas de grandes dimensões formam o conjunto da produção poética de Bianca Santini, uma série de trabalhos que envolvem a relação entre percepção e imaginação, a partir da representação fragmentada da paisagem.

As referências do processo criativo, chamados de documentos de processo, ganham destaque nas obras como um desdobramento da exposição. Algumas fotografias e galhos coletados em viagens e passeios com a família servem de referências para sua produção em pintura e objetos.

O começo do trabalho é feito com a tela no chão, em que os gestos são soltos e fluem por meio da tinta. Em sua obra, estão mescladas experiências reais como marco inicial do trabalho, porque o pretexto para a sua criação parte de um objeto real. Tiradas da natureza, as linhas e texturas presentes nas obras estão diretamente relacionadas à forma como a artista percebe sua realidade externa.

“Suas referencias são transferidas para a tela através do gesto e do movimento de seu corpo sobre as grandes dimensões em que pinta, muitas vezes no chão. Bianca se torna uma cumplice da natureza, para assim transformar em arte”, destaca a curadora da exposição Letícia Lau.

Segundo a curadora, surgem do olhar, do registro, da seleção, do movimento, do gesto e da pincelada camadas de tinta e texturas, que revelam formas e manchas, registros de uma memoria, fragmentos da paisagem, que na pintura sobre tela, funcionam como janelas, por onde se é possível enxergar através da arte.

A artista faz um convite aos visitantes para experimentar seus recortes na paisagem – um contraste em preto e braço, criando uma janela, representada por uma moldura suspensa no espaço, em frente a uma das suas fotos, na tentativa de aproximar o olhar do outro ao seu próprio olhar.

Muito além da pintura tradicional, a artista cria objetos e reinventa com suas “paisagens portáteis” (Ana Zavadil, 2015), construídos com materiais alternativos, inseridos em caixas de acrílico, mantendo a característica principal do seu trabalho e propondo um desdobramento, o que enriquece seu repertorio.

Bianca Santini | artista visual
Nascida em Porto Alegre, iniciou suas atividades artísticas em 1985. Em 2015, fez a exposição individual “Geografias da Paisagem”, no Atelier Jabutipe, no Jardim do DMAE e na Galeria Modernidade/Novo Hamburgo. Em 2014 expos “A Paisagem como Vestígio”, na Galeria Arte&Fato, participou do 20° Salão da Câmara Municipal de Porto
Alegre, da exposição “Horizontes (ln)Prováveis da Paisagem”, no Museu de Direitos Humanos, da Ill Feira da Gravura, na Galeria da Duque e da exposição “Dez ao Cubo”, na Galeria Arte&Fato. Em 2002 participou da exposição “Futebol Arte”, realizada no Moinhos Shopping. Em 2001 participou da X Mostra Nacional e II Mostra Mercosul de
Pintura Artística. A artista possui atelier em Porto Alegre, onde produz seus trabalhos diariamente.

Serviço
A paisagem como vestígio e suas referências na obra de Bianca Santini
Curadoria de Letícia Lau
Data: de 31 de julho a 04 de outubro
De terça a sábado, das 09h às 18h
Domingos e feriados, das 14h às 18h
Local: Centro Histórico-Cultural Santa Casa – Sala de Múltiplos Usos – 2º andar (Avenida Independência, 75).
Entrada gratuita.

Obra de Bianca Santini Série Geografias da Paisagem (acrílica sobre papel, 66 cm x 96 cm) Crédito: Letícia Lau

Obra de Bianca Santini
Série Geografias da Paisagem (acrílica sobre papel, 66 cm x 96 cm)
Crédito: Letícia Lau

Obra de Bianca Santini - Sem título (acrílica sobre tela, 220 cm x 80 cm) Crédito: Letícia Lau

Obra de Bianca Santini – Sem título (acrílica sobre tela, 220 cm x 80 cm)
Crédito: Letícia Lau

 

También, consideremos “http://kamagraoraljelly.me/es/” o Comprar Kamagra Oral Jelly. Muchos posiblemente piensan que la eficacia de Kamagra está bien documentada. No tome más de Kamagra o cualquier otro medicamento que el recomendado. El profesional de la salud tiene que resolver qué dosis es la más adecuada. Si el medicamento se usa según sea necesario, es poco probable que esté en un programa de dosificación.